A substituição dos heróis

Cultural

Alexandre Costa

Publicado em 17/02/2020

A civilização ocidental foi construída sobre alicerces bem definidos e facilmente observáveis. Um arranjo entre tradições herdadas de sociedades mais antigas, aprimoradas por elementos introduzidos pelo Cristianismo. Dos gregos herdamos a filosofia, as noções de lógica e as distinções entre física e metafísica. Os romanos nos emprestaram a sua organização social, o Direito e algumas estruturas governamentais. E a moral Cristã preencheu estas “formas”, dando a elas o conteúdo copiado ou deduzido das Escrituras, sob o prisma dos Evangelhos e das Cartas que O anunciaram.

Mesmo pertencendo a diferentes categorias, as três principais influências da nossa formação social possuem um aspecto em comum: a importância do herói.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar