O crepúsculo da grande imprensa

Brasil

Alexandre Costa

Publicado em 11/06/2021

Há algum tempo venho tentando mostrar que a grande mídia deixou de ser veículo de informação e agora procura cumprir a função de formar opiniões e moldar comportamentos. Desta maneira, o jornalismo mainstream tem funcionado como porta-voz de um sistema que aumenta progressivamente o controle sobre os cidadãos e a repressão aos direitos individuais. Com a intenção de criar novos parâmetros civilizacionais, corporações midiáticas trabalham em sintonia com a burocracia estatal, com a elite financeira e com as oligarquias regionais e setoriais que sugam a seiva formada pelos impostos derivados do suor dos brasileiros.

O jornalismo praticado pela grande imprensa está profundamente comprometido com a construção de um ambiente de governança global, com leis e regulações que controlam condutas e palavras, iniciativas que enfraquecem as soberanias nacionais, limitam a liberdade de expressão e fortalecem o poder dos organismos internacionais e a hegemonia das megacorporações.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar