A retomada da cultura no Brasil – Parte 1

Cultural

Pablo Barcelos

Publicado em 24/05/2021

A verdadeira e riquíssima cultura do Brasil sofreu com décadas de gestões de uma esquerda libertária que promovia distorções culturais de cunho ideológico em canais oficiais e lugares públicos, com incentivo à vulgaridade, desrespeito às religiões cristãs e às crianças, destruição do ambiente universitário, falta de transparência e mau uso das verbas públicas, entre outras aberrações administrativas com o crivo do alto escalão do Executivo. Com o novo modelo de gestão da administração do presidente Bolsonaro, nomes idôneos e de extrema capacidade técnica iniciaram um processo de reconstrução da cultura e suas pastas. Cito o ilustre Secretário Especial de Cultura, Mário Frias, e a Presidente do IPHAN, Larissa Peixoto Dutra, que responderam temas abordados com exclusividade para o artigo, que segue em duas partes.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar