O império da burrice

Geral

Alberto Alves

Publicado em 19/04/2021

Escreveu certa vez o escritor e romancista austríaco, Robert Musil: “Não há nenhum pensamento importante que a burrice não saiba usar, ela é móvel para todos os lados e pode vestir todos os trajes da verdade”. Em se tratando de domínio pelo medo, qualquer coisa dita por um especialista é tida como verdadeira, ainda que o senso comum já tenha demonstrado isso antes, ou, ainda que ela não faça o menor sentido, bastando citar a palavra “ciência” como senha para que até a burrice tenha poder de credibilidade. 

Em 1353 finda o pico mais violento da Peste Negra no mundo, a pandemia mais devastadora já registrada na história da humanidade. Na época, ninguém tinha a menor ideia de como se contaminava e nem como se prevenia daquela doença que matava de forma lenta e dolorosa. O medo generalizado tornava as pessoas vulneráveis a qualquer sorte de tentativa para encontrar uma solução para o problema. Isso favoreceu a perseguição contra quem também era vítima da peste e não impediu que massacres de inocentes fossem realizados como forma de punição ou solução para a doença. Além disso, a peste tornou as pessoas individualistas e antissociais, claro, vítimas do desconhecido problema de saúde pública cuja causa e tratamento só foram esclarecidos seis séculos depois, com o advento da biologia molecular.

Em 2019, 666 anos depois, iniciava-se a pandemia do vírus chinês. Ao que parece, séculos de acúmulo de conhecimento não foram suficientes para mudar a mesma vulnerabilidade da sociedade em se deixar levar por toda sorte de afirmações enganosas. Pelo contrário, o surgimento da ciência moderna só tornou as pessoas dependentes irreflexivas dos especialistas, mesmos os mais cruéis e desumanos. É o emburrecimento da sociedade apesar de tudo que se aprendeu até hoje com higiene básica e bem-estar.

Até 2019 era disseminado o conhecimento do fato de que uma alimentação saudável, associada à prática de atividade física regular, bem como relações sociais agradáveis, evitando o estresse, torna a imunidade das pessoas forte o suficiente para combater praticamente qualquer doença viral em nosso meio.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar