Os fatos não importam mais – Parte 4

Geral

Alexandre Costa

Publicado em 22/03/2021

Os exemplos que confirmam as reflexões registradas nos últimos três artigos nesta revista estão em toda parte. Basta um olhar atento às manchetes do dia, às hashtags da moda e no discurso dos emissários do establishment repetido à exaustão por suas caixas de ressonância (ou papagaios) para perceber que essa perfeita homogeneidade, em um momento de tamanha incerteza e clara confusão, só é possível de ser entendida quando aceitamos que existe uma narrativa combinada previamente ou, no mínimo, ajustada de acordo com o andamento de uma ampla estratégia existente e que procura dissimular ou ocultar interesses não declarados, de forma a camuflar objetivos em uma roupagem de consenso inquestionável.     

Demonstrar essas narrativas e sua incompatibilidade com os fatos nem é tão difícil, dada a enxurrada de casos emblemáticos que podem ser encontrados em qualquer recorte que se faça nas notícias cotidianas, em especial naquelas que ocupam a fala das celebridades políticas e “culturais”, e que constantemente ganham mais destaque na grande mídia. 

Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar