O significado da anulação das ações contra Lula

Judiciário

Carlos Dias

Publicado em 22/03/2021

A decisão liminar do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, de anular as condenações do ex-presidente Lula para torná-lo habilitado para disputar as eleições em 2022, aponta para uma significativa eliminação da credibilidade no sistema judiciário brasileiro.

Há muito a população brasileira percebe que o sistema, em parte, está vocacionado para pretensões de demandantes especiais cujas defesas e interesses se encontram a cargo de notórios lobistas do campo jurídico, alguns mesmos, chamados até de advogados.

A Justiça se faz através do verdadeiro encontro entre a justa demanda e a expectativa do resultado também justo, esperado em processo judicial. Não cabe nesse caminho interferência das partes e, muito menos, aproximação ou sequer vinculação do magistrado com qualquer dos demandantes.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar