O tempo está se fechando

Comportamento

Alberto Alves

Publicado em 08/02/2021

Escreveu certa vez o filósofo, escritor e matemático alemão Georg Christoph Lichtenberg: “Não se deve julgar os homens pelas suas opiniões, mas por aquilo que essas opiniões fazem deles”. O tempo de perseguição da esquerda contra seus desafetos migrou de meros ataques retóricos de natureza difamatória para a perseguição velada, sem nenhum pudor. Com efeito, se alguma vida ficar pelo caminho, não importa, foi pela causa. O problema é quando ignoramos essa primeira injustiça, não demora muito e logo ela cresce sem controle, à revelia da lei.

A esquerda, que sempre se apresentou em favor das minorias, dos desfavorecidos, aqueles que não tinham lugar de fala, agora se volta contra seus opositores utilizando exatamente os mesmos métodos que ela condena. 

É curioso como esse padrão de hipocrisia é largamente conhecido pela sociedade e, ainda assim, consegue cooptar a mente de muita gente, até daqueles bem intencionados. Talvez pelo fato de a esquerda conseguir tirar proveito de uma estratégia retórica – um jogo de palavras – muito sutil, mas que tem um efeito devastador no entendimento dos incautos quando funciona: o direito ao respeito pela opinião dada ao invés do respeito de ter o direito de opinar.


Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar