Dia da Inauguração: Utopia Limitada

Internacional

Jeffrey Nyquist

Publicado em 25/01/2021

Até agora, a pergunta sempre foi: O que é Deus? - e a filosofia alemã resolveu assim: Deus é homem…. O homem agora deve organizar o mundo de uma maneira verdadeiramente humana, de acordo com as demandas de sua natureza. Friedrich Engels

Várias décadas depois que o próprio demoníaco Friedrich Engels escreveu que o homem “agora deve organizar o mundo”, Leon Trotsky argumentou que a Revolução deve fazer do “homem coletivo” o “único mestre” de todos. E agora, quase um século depois de Trotsky ter feito esse pronunciamento, chegamos à posse de Joseph Biden. Olhe para ele, ante o Capitólio, entrando no lugar de George Washington.

Veja esta fraude, de joelhos, personificando o “único mestre” e “homem coletivo”, com seus malapropismos disléxicos e lapsos de memória. Atrás de Biden, os olhos da vice-presidente Kamala Harris estão colados com entusiasmo a uma casca de banana sob seu sapato esquerdo. Pensa-se em Joseph Stalin e o doente Lênin em 1922. Se ouvirmos, podemos escutar a voz zombeteira de Karl Marx citando o comentário de Hegel de que "todos os fatos e personagens de grande importância na história mundial ocorrem, por assim dizer, duas vezes". Hegel se esqueceu de acrescentar: “a primeira vez como tragédia, a segunda como farsa”.

E que farsa! Para Kerensky, temos Trump; para os cadetes, temos os republicanos; para o ataque ao Palácio de Inverno, o ataque ao Capitólio; para Fanny Kaplan, temos dois guardas com laços com a milícia; para Felix Dzerzhinsky, temos o general Stanley McChrystal; para o Terror Vermelho, temos uma nova Lei de Terror doméstica. Como escreveu Marx: “Os homens fazem sua própria história, mas não a fazem como querem; eles não o fazem sob circunstâncias escolhidas por eles próprios, mas sob circunstâncias diretamente encontradas, dadas e transmitidas do passado. ”

Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar