Segurança alimentar: a fome como um negócio global

Geopolítica

Alberto Alves

Publicado em 28/12/2020

O risco de uma fome em escala mundial está se desenhando à frente, num futuro bem próximo, infelizmente. Nesse contexto, o Brasil se torna o personagem principal desse drama como o celeiro mais cobiçado e com ele todas as aventuras que daí advém. Teremos condições de resistir as cada vez mais crescentes pressões internacionais? Como bem disse o especialista brasileiro em assuntos de Geopolítica, Defesa, Equipamentos Militares, Joarley Moises: “Um Brasil grande e unido do jeito que ele é hoje só interessa ao brasileiro”. 

Pensar no Brasil meramente como a terra do futebol e o país do carnaval, como até bem pouco tempo atrás éramos conhecidos no mundo, virou coisa do passado. Pela primeira vez nas últimas décadas o nosso país tem sido alvo de um tema que tem levantado discussões que colocam sob risco real a nossa soberania, um tema que se tornou até motivo de debate entre candidatos nas eleições presidenciais nos EUA. 

É o ambientalismo! Apesar de termos a leis ambientais mais austeras do mundo, sobram críticas contra a forma como nosso país vem conduzindo a questão ambiental, apesar de todos os esforços do governo para impedir o desmatamento ilegal. Claro que o motivo real dessa briga é outro, que ele passa longe da singela preocupação com a derrubada de árvores e com a preservação ambiental. 

Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar