Vacina, um negócio muito perigoso.

Economia

Carlos Dias

Publicado em 30/11/2020

O mundo deixou de gravitar no campo dos valores faz tempo. Cada ação e movimento tem majoritariamente o interesse particular de buscar resultados para grupos econômico e políticos que se relacionam de forma muito próxima, complementar e íntima.

O mundo tem se tornado um parque comandado, há séculos, por herdeiros dessas dinastias criminosas, que inibem a liberdade e o crescimento desatrelado desse eixo central, comandado e permitido por expoentes desses grupos em cada momento da história.

As grandes interferências e manipulações de globalistas, que atuaram nas transformações socais e econômicas desse último século, sintonizam-se com projetos nos campos da educação, das mudanças tecnológicas de produção e de meios e nas habituais medidas de domesticação por meio de políticas econômicas.

Essas ações e medidas de controle objetivo mantêm cativos cidadãos e Estados, com o fim de submetê-los a organismos supranacionais, aprisionando-os a uma imposição de uma forçada nova ordem mundial.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar