Tirania e perdão

Cultural

Tom Martins

Publicado em 20/08/2019

Paradoxalmente, justamente tais amargores relacionais arrancam-nos de nossa zona de conforto para buscarmos novos e mais sublimes padrões de reflexões, autoconhecimento, auto-enfrentamento e, por fim, autotransformação. Mas como tolerar o intolerante? Como expulsar um indesejado invasor de nosso lar com amabilidade ou pacifismo, se ele não respeita essa linguagem? Devemos renunciar à nossa liberdade e submetermo-nos aos caprichos do intruso?

Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar