Jeannie é um gênio

Cultural

Letícia Dornelles

Publicado em 22/09/2020

Quando eu era criança, adorava assistir às séries da tv. Minhas preferidas eram Jeannie é um Gênio, A Feiticeira, A Família Dó-Ré- Mi, Perdidos no Espaço, A Família Buscapé, Daniel Boone e National Kid.

Soube que Jeannie foi criada pelos estúdios para que o Programa Espacial americano fosse aceito pela sociedade. Bilhões de dólares investidos para levar o homem ao espaço. Muitos se perguntavam: para quê? Fazer o que no espaço? Já não bastam os problemas na Terra? Gastar esse dinheirão para passear na Lua? Mas veio a linda gênia sensual, que realizava os desejos do astronauta, Major Anthony Nelson. Em meio às trapalhadas da dupla e de seus amigos, a série mostrava um pouco da rotina dos astronautas e dos bastidores da NASA.

Fiquei absolutamente fascinada com a ambientação da série. Queria morar na Praia dos Cocos. Queria ser astronauta. Queria trabalhar na NASA. Queria viajar para a Lua. Queria ser a Jeannie.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar