O Rei Leão e o livre-mercado

Comportamento

Ernesto Araújo

Publicado em 05/08/2019

Há poucos dias foi lançada a nova versão de um dos maiores clássicos do cinema: O Rei Leão. Por mais surpreendente que pareça, a nova versão manteve praticamente intacto o enredo antigo. Aparentemente, nem a própria Disney foi capaz de sabotar os valores eminentemente conservadores do filme. Em resumo, o filme continua tão bom que a esquerda certamente o considerará retrógrado, fascista, monarquista e tudo o mais que é digno desses nomes.

Parafraseando Timão, o suricata do filme, “talvez você precise de uma nova lição.” Apesar de todo ensinamento moral contido na fascinante trama norte-americana, proponho aqui tirarmos uma lição mais rasa e politizada, mas nem por isso menos importante. Façamos um paralelo político-econômico com os personagens.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar