A Coroa Real Portuguesa no uniforme da PM

Brasil

Laudelino Lima

Publicado em 30/06/2020

Olá pessoal. Hoje eu vou explicar como que a Coroa da Família Real Portuguesa foi parar no uniforme da Polícia Militar do Rio de Janeiro e da Polícia do Distrito Federal. Mas vou precisar contar um pouco de história. Vai ser uma breve viagem para formar um contexto e aproveitar também para corrigir algumas injustiças pelo caminho. Pularei algumas coisas em nome da objetividade e me prenderei a outras por serem muito relevantes.

No início do século 19, aconteciam as Guerras Napoleônicas que inevitavelmente chegaram em Portugal. O corpo diplomático português e seu Príncipe Regente Dom João VI (A Rainha estava afastada para tratar de uma doença metal que se agravou muito após a morte do seu marido e de um dos seus filhos), faziam um jogo delicado de ações que impedissem a iminente invasão francesa por um lado e a imposição britânica de que permanecessem como aliados contra Napoleão. Os britânicos já haviam bombardeado a Dinamarca no ano anterior por conta do mesmo jogo. Pressão francesa e indecisão dinamarquesa. Poderiam ser invadidos a qualquer momento e entregariam para o inimigo uma enorme frota naval. Portugal estava no mesmo dilema, mas possuía o melhor corpo diplomático do mundo a época.

A decisão de Dom João VI foi brilhante:

1 - Retardou ao máximo os franceses;
2 - Transferiu toda administração do império (Corte) para o Brasil;
3 - Não deixou espólio para os franceses;
4 - No acordo, inseriu o exército e a marinha britânica na defesa de Portugal e Brasil;
5 - Salvou a casa de Bragança;
6 - Deixou Napoleão furioso com o Ardil;

Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar