Carta a Sergio Moro

Brasil

Letícia Dornelles

Publicado em 05/05/2020

Obrigada, Sergio Moro, por sentenciar e mandar prender o ex- presidente Lula. Nove anos e meio, em regime fechado.

Considerei pouco tempo de pena pela importância política que o réu tinha, pelo cargo que ocupou, pelo poder e influência que teve, tem, e talvez ainda terá. Pelos crimes que teria cometido.

Tantos anos no poder e Lula ainda fez a sucessora. Talvez o maior crime psicológico dele contra o país. Estocar vento e saudar a mandioca. O cachorro atrás da criança. Não temos meta, mas vamos dobrar a meta. Pasadena. Bessias. Que Deus me perdoe por rir de atos tão vexatórios e graves vindos de quem vinha. Mas isso não estava sob o seu grande julgamento, em Curitiba. O impeachment foi o pequeno julgamento que coube a ela.

Admirei o seu sangue frio, a determinação e a coragem ao levar adiante o caso, interrogar Lula, julgar e condenar. Em meio a tantas provocações, ameaças e tentativas de intimidação. Lula lidera um grupo que poucos têm coragem de enfrentar. Muitos juízes teriam medo de pegar um caso tão delicado. E, mesmo sendo honestos, teriam feito vista grossa ou deixado o tempo passar, sem interrogatório, sem julgamento, sem sentença, sem ordem de prisão. Para evitar ficarem na mira desse grupo.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar