Organização Mundial da Internet

Geral

Alexandre Costa

Publicado em 03/03/2020

Está se consolidando a idéia de uma entidade, um órgão, que possa gerir a Internet do mundo inteiro, com poder superior ao das nações, com acesso total ao conteúdo da rede, e com autoridade para inserir filtros e limitações à livre transmissão de dados. Para viabilizar essa idéia megalômana e totalitária, esse organismo teria que centralizar todas as informações produzidas por todos os usuários da rede. O tempo todo.

Do ponto de vista tecnológico, isso já é possível. O atual estágio de desenvolvimento dos algoritmos permite deduzir que qualquer palavra ou frase, dita ou escrita, pode ser usada para analisar rotinas e comportamentos, detectar preferências ou classificar um cidadão. Se os softwares e aplicativos que estão à venda nos magazines populares são capazes de identificar vozes e reconhecer pessoas, imaginem o arsenal que devem possuir os serviços de inteligência e as megacorporações do Vale do Silício.

Conteúdo exclusivo para assinantes

Para continuar lendo e ter acesso a esse conteúdo exclusivo, assine clicando abaixo.

Assinar